G-7SE9SJDJX8 G-7SE9SJDJX8
top of page

Atenção Consciente: Navegando nas Profundezas da Percepção Através do Envolvimento Ativo com o Invisível

Atualizado: 11 de abr.



A atenção desempenha um papel crucial na determinação dos estados de consciência, influenciando o que percebemos, como nos relacionamos com nossa experiência e como nos sentimos em relação a ela.


ATENÇÃO E ESTADOS DE CONSCIÊNCIA


Onde colocamos nossa atenção influencia não apenas o que percebemos, mas também como nos sentimos e pensamos sobre a experiência. Por exemplo, se nos concentramos em pensamentos negativos e preocupações, podemos nos sentir ansiosos ou deprimidos. Por outro lado, se dirigimos nossa atenção para coisas que nos trazem alegria e gratidão, podemos experimentar estados de consciência mais positivos e elevados.


Quando a atenção está focada em um estímulo específico, os estados de consciência tendem a ser mais concentrados e direcionados. Por exemplo, quando estamos profundamente engajados numa tarefa desafiadora, como resolver um problema matemático complexo, a nossa atenção está focalizada na tarefa e a nossa consciência está altamente concentrada nela.


Por outro lado, quando a atenção é difusa e aberta, os estados de consciência podem se expandir e se tornar mais inclusivos. Práticas como meditação, contemplação e estados de fluxo podem envolver uma atenção mais ampla e receptiva, permitindo uma experiência mais fluida e sem esforço.


A capacidade da atenção sair da mente individual através da aplicação do seu foco no olho para o invisível é essencial para o desenvolvimento espiritual e o despertar da consciência. Quando estamos em estado de presença somos observadores de nós mesmos, estamos conscientes do momento presente sem julgamento ou identificação com os nossos pensamentos, emoções ou experiências.


O OBSERVADOR DE SI MESMO


O processo de desenvolvimento pessoal e autoconhecimento pode nos ajudar a entender melhor nossas motivações, necessidades e aspirações, permitindo-nos tomar decisões mais autênticas e conscientes.


A capacidade de direcionar nossa atenção para o "local do observador de si mesmo", é fundamental para nossa capacidade de refletir, questionar e tomar decisões alinhadas com nossos interesses e valores pessoais.


Quando conseguimos direcionar nossa atenção para esse "local do observador de si mesmo", cultivamos uma forma de consciência reflexiva ou autoconsciência. Isso permite-nos observar os nossos pensamentos, emoções, impulsos e comportamentos de uma perspectiva mais objetiva e distanciada.


Essa habilidade de auto-observação capacita-nos a:

  • Observar e tomar conhecimento dos padrões de pensamento e comportamento: Podemos observar os nossos pensamentos e emoções, identificar padrões recorrentes e correlações entre eles e sentir o quanto eles estão em consonância com a nossa essência - verdade e autenticidade.

  • Observar as influências externas: Podemos observar como as influências externas moldam ou moldaram as nossas crenças, atitudes e comportamentos, avaliando se elas realmente refletem quem somos e o que valorizamos na nossa autenticidade e individualidade.

  • Tomar decisões conscientes: Na auto-observação e na conexão da nossa atenção com a nossa essência podemos tomar decisões mais conscientes e deliberadas sobre como queremos viver nossas vidas e responder às situações que encontramos sem medos.


Ser um observador de si mesmo envolve cultivar um estado de observância e uma atitude de curiosidade e aceitação em relação à nossa própria experiência, utilizando activamente a atenção e levá-la para lá da mente para a conseguir observar - pois é a mente cria pensamentos e influencia as nossas emoções. Estar no estado de presença facilita esse processo, pois ajuda-nos a distanciar dos pensamentos e emoções, permitindo uma visão mais clara e objetiva de nós mesmos.


A parte mais difícil é sempre conseguir chegar a esse estado de consciência onde se é observador e observado simultaneamente. Existem muitas técnicas e modalidades, que nos permitem alcançar por vezes um vislumbre desse estado, mas dificilmente o conseguem manter e ancorar. Healing, não sendo nenhuma técnica e usando apenas a atenção, ajuda a facilitar e ancorar esse estado de consciência, para nós mesmos e para os outros.


Isso permite-nos desenvolver uma compreensão mais profunda de nossos padrões mentais e emocionais, além de nos proporcionar uma maior liberdade para escolher como responder aos estímulos internos e externos.


É através desse processo de desidentificação que podemos descobrir uma fonte de paz, clareza e compreensão mais profunda que está além das limitações da mente condicionada. 






20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Cura Energética

O Que é Cura Energética? O objetivo principal da cura energética é elevar o bem estar geral ou particular, físico, emocional ou mental, ou todos, desbloqueando, elevando ou equilibrando o fluxo de ene

Comments


bottom of page